O felino

Ideias sem freio. Palavras selvagens. Vagamente autobiográfico. Por Paulo Vila Maior
0
 Artigos
239

Soberania (short stories #197)

 O felinoPublicado ontem
Desert Sessions Vol. 12, “Crucifire”, in https://www.youtube.com/watch?v=7iOS1mNyvoc          Encher a boca com soberania é como travar o vento com os dedos. Diz-se: estes são os meus limites e para lá das fronteiras que amealhei não admito a entrada de outros. (...)

    A especialidade da direita

     O felinoTerça feira
    Goldfrapp, “Lovely Head”, in https://www.youtube.com/watch?v=v8ZKgJLSoYI“Claro que a ideia é simplesmente irritar a esquerda (haverá na verdade outra ideia com a mesma constância na cabeça da direita contemporânea?)”. Rui Tavares, Público, 17. (...)

      Arrematação

       O felinoSegunda feira
      Handsome Modelling Boy, “The Truth”, in https://www.youtube.com/watch?v=-HW7nj-GUZY“You can´t hide from the truth, because the truth is all there is”. Handsome Modelling Boy, “The Truth”Ao olhar para uma câmara fotográfica Nikon, não se pode pretender que seja da marca Canon. (...)

        A meada dos mitos

         O felino2020-02-14
        Indeep, “Last Night a DJ Saved My Life”, in https://www.youtube.com/watch?v=GtfZbj4J71A&list=RDGtfZbj4J71A&start_radio=1Dizia o mitómano para o misógino:- Eu sei que tu és homossexual. E o misógino, para fazer a vontade ao mitómano e nivelar-se pela sua linhagem, respondeu:- E tu és a pessoa mais honesta que conheço. (...)

          O testamento sem herdeiros (short stories #196)

           O felino2020-02-13
          Nils Frahm, “Harm Hymn”, in https://www.youtube.com/watch?v=5GcivAhZ4qk          Parece não ter remédio. Os legados perdem-se na vetusta sombra onde as memórias se apagam. Sobra o silêncio, a matéria-prima do esquecimento. (...)

            Em direto: da bouça dos mastins

             O felino2020-02-12
            Destroyer, “Cue Synthesizer”, in https://www.youtube.com/watch?v=06ZLNLz2yGIDeve haver gente assim: iconoclastas das emboscadas, fugitivos da consciência, fautores das ignomínias que se praticam, avulsamente. Gente meã, proveniente das coutadas onde é nauseabundo o ar que se respira, onde o chão se enodoa com o som das suas palavras. (...)

              Às terças-feiras há filosofia na Tasca do Almerindo

               O felino2020-02-11
              Baxter Dury, “I’m Not Your Dog”, in https://www.youtube.com/watch?v=x_x9tB2QsykSó às terças-feiras, que é o dia em que amesendam o Tibúrcio, o Rafael e o Jesuíno. Chegam sempre circunspectos, soletrando cada sílaba do silêncio, talvez consumidos pela fome que antecipa o repasto servido pelos amanuenses do senhor Almerindo. (...)

                Quando as palavras podem ser traiçoeiras (ou não)

                 O felino2020-02-10
                Balla, “Oub’lá”, in https://www.youtube.com/watch?v=ecfUXtmbkNY(Não aconselhável a mentes sensíveis – ou talvez não)É canónico: quando queremos que alguém se dê mal numa circunstância, dizemos “quero é que (fulano) se vá foder”. (...)

                  A casa das limas

                   O felino2020-02-07
                  Hot Chip, “Positive”, in https://www.youtube.com/watch?v=cjirvFpuLBMAmanheceu. Saio para saber do fresco da manhã. A ligeira névoa entranha-se nos ossos. Não me recordo dos sonhos que habitaram o sono. Dobro o esforço. Em vão. Não será por acaso: os sonhos furtivos, que escapam ao escrutínio dos sentidos, não querem ser inventariados. (...)

                    Quinteto de quatro (joker) (short stories #195)

                     O felino2020-02-06
                    Fontaines D. C., “Too Real”, in https://www.youtube.com/watch?v=CIbaqtcU0uI          Cordialmente, os confrades apertavam as mãos quando se encontravam. Era um aperto firme. Sinalizava a solidez da amizade. Podiam contar uns com os outros. (...)

                      O homem que não virava a roupa do avesso

                       O felino2020-02-05
                      Faith No More, “Evidence”, in https://www.youtube.com/watch?v=7lvMNLhJrb0Tinha medo dos avessos. Era como se as coisas como as conhecia fossem mudadas. E a muda era uma incógnita que não conseguia suportar. Um dia, disse a uma amiga que o avesso das coisas era como ficar sem chão sob os pés. (...)

                        C’est à dire

                         O felino2020-02-04
                        Tame Impala, “Lost in Yesterday”, in https://www.youtube.com/watch?v=utCjuKDXQsEAs palavras dançam no parapeito do indizível. Procuram-se outros sentidos entre a polimorfia dos sinónimos. Considera-se a necessidade de arejar o vocabulário. Até a sintaxe, por estar refém das convenções. (...)

                          Roubarás descaradamente o título do livro de Walter Benjamin

                           O felino2020-02-03
                          Ty Segall and the Muggers, “Emotional Mugger/Leoperd Priestess” (live on KEXP), in https://www.youtube.com/watch?v=tUKwrxt27JA(Escrito em dia londrino, em antítese do dia primaveril por antecipação)Parece que o nevoeiro está para durar. Tenho as ideias baças, a combinar com o dia. (...)

                            Prova dos nove (agiota) (short stories #194)

                             O felino2020-01-31
                            Blur, “Go Out” (live with Jools Holland), in https://www.youtube.com/watch?v=J7IoAd0I6zQ          Era preciso refazer a clepsidra. Ordenar as sílabas dentro das suas casas, sem que as palavras pudessem desviar-se do proposto sentido. (...)

                              Centeno, o herói errado

                               O felino2020-01-30
                              Depeche Mode, “Heroes”, in https://www.youtube.com/watch?v=q6yzrZfgQvIMário Centeno anunciou que a diminuição das taxas de juro da dívida pública deve-se à credibilidade da política orçamental do governo de que é ministro das finanças. (...)

                                Capítulo 8 (Pulso aberto)

                                 O felino2020-01-29
                                Dead Combo, Márcia e Camané, “Desumanização”, in https://www.youtube.com/watch?v=MxrGHi92Ro4Jogava com as janelas como dantes jogava com o pião, quando era menino. Fugia das sombras como fugia das luzes. Fugia dos juízes. Não queria saber dos demónios vastos escondidos na planície. (...)

                                  O direito a errar e a não ser julgado pelos erros

                                   O felino2020-01-28
                                  Goldfrapp, “Pilots (on a Star), in https://www.youtube.com/watch?v=ydNbuB6PLiU(Instruções de leitura: texto provavelmente ácido)É aquele anexim tão inspirado na moral judaico-cristã: que bata no peito quem nunca se achou transviado. Ou, por outras palavras: que os diligentes censores da atividade alheia não sejam apanhados em contramão e sem o cinto de segurança devidamente apertado. (...)

                                    As árvores não estão sozinhas

                                     O felino2020-01-27
                                    Pedro Mafama, “Lacrau”, in https://www.youtube.com/watch?v=VYuoLqBdlRQO que diriam as sereias ao chegarem às árvores no planalto? Por verem que elas não estão sozinhas, desviariam o olhar para as imediações. Teriam de perceber a lógica dos despenhadeiros que separam o planalto da planície. (...)

                                      Trago o dia perto de mim

                                       O felino2020-01-24
                                      Ty Segall, “Alta” (live on KCWR), in https://www.youtube.com/watch?v=wMvLTM1YZBsO apogeu da tarde, quando é?Tomo este pulsar como o barómetro do mundo. Dele peço emprestada a vivaz luminosidade que não se esbate, nem quando o entardecer consome o dia sobrante. (...)

                                        O mais aviltante é quando alguém cai do pedestal e todos fogem dele como se tivesse sarna (Compêndio do descomportamento)

                                         O felino2020-01-23
                                        Mão Morta, “A Porcaria” (ao vivo), in https://www.youtube.com/watch?v=kwB9octlwBgFoi o Salgado e agora é a “princesa de Angola” – e toda uma súcia que os pajeou e agora deles foge a sete pés, branqueando a memória. Mas apenas a sua memória. (...)

                                          Mercurocromo (short stories #193)

                                           O felino2020-01-22
                                          Evols, “Kindness and Talk”, in https://www.youtube.com/watch?v=r3C6mzS9jxQ          Não sejas mendaz no esconderijo onde ocultas as cicatrizes. Onde agora estão as cicatrizes, outrora houve ferimentos. Carne aberta, sangue escorrendo pelo corpo abaixo. (...)

                                            Ver mais